Mídias físicas ainda dominam mercado fonográfico com 57% das receitas globais

Fonte: Revista da UBC #17 – junho 2013

O crescimento dos meios digitais ainda não conseguiu desbancar as plataformas físicas de reprodução e distribuição (leiam-se CDs e DVDs). O mais recente relatório da Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, na sigla em inglês), publicado em abril, revelou que 57% das receitas globais do mercado fonográfico vieram de formatos físicos, ano passado, contra 35% de meios digitais. O consumo mundial de música cresceu 0,2%, ano passado, em relação a 2011, atingindo receitas totais de uS$ 16,841 bilhões. E, pelo segundo ano consecutivo, a América Latina foi a região que liderou a expansão. Embora os Estados unidos continuem a ser o maior mercado digital do mundo, o Japão se tornou o maior mercado físico. As informações são da IFPI.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *