Na música, o talento tem mais peso do que o diploma

A importância da educação é menor na carreira musical.

Já o talento é fundamental.

Por acaso os artistas bem sucedidos foram os laureados nos cursos de música?

Uma das únicas profissões onde quem não sabe ler e escrever (partituras) tem oportunidade.

Não cabe comparar qual músico é o melhor: o bacharel ou o talentoso.

Porque depois de anos de prática não se nota grande diferença entre o técnico e o gênio.

A educação, porém, é um fator que aumenta as chances do músico no mercado de trabalho.

O talento, por outro lado, é fator determinante na permanência do músico no mercado de trabalho.

Mas talento e estudo não valem nada sem platéia, sem palco, sem holofote, sem oportunidade.

O que fazer se a oportunidade demora a acontecer?

“A melhor forma de prever o futuro é criá-lo”, ensinou Peter Drucker, o papa da moderna administração.

One comment

  1. Mara says:

    Discordo.. pq a desvalorização do musico que estudou e ENTENDE teoria musical, harmonia e sabe ler partituras??

    Concordo que é preciso talento.. Mas a melhor forma seria unir o estudo a pratica,, tem muitos musicos talentosos.. mas acho deprimente uma pessoa que aprendeu somente a pratica abrir uma escola de musica, sendo que se vc questionar nao sabem que tonalidade esta a musica, e para ter diploma devidamente válido(MEC), a pessoa precisa prestar um exame final perante banca examinadora de pessoas com formaçao musical.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *